Play2Live, uma plataforma de transmissão baseada em blockchain para jogadores e fãs de esportes eletrônicos, obtém US$ 7 milhões em acordos de investimento privado e lança a transmissão ao vivo 24 horas por dia, 7 dias por semana, de eventos de esportes eletrônicos

Play2Live, uma plataforma de transmissão baseada em blockchain para jogadores e fãs de esportes eletrônicos, obtém US$ 7 milhões em acordos de investimento privado e lança a transmissão ao vivo 24 horas por dia, 7 dias por semana, de eventos de esportes eletrônicos

PR Newswire

IKLIN, Malta, 23 de janeiro de 2018

IKLIN, Malta, 23 de janeiro de 2018 /PRNewswire/ --

A Play2Live (P2L), uma plataforma de transmissão de esportes eletrônicos que opera com base no blockchain BitShares 2.0, obteve um total de 7 milhões de dólares americanos durante uma pré-venda privada que ainda está em andamento. A empresa continua sua expansão com o lançamento de retransmissões ao vivo 24 horas por dia, 7 dias por semana, em seis idiomas: inglês, coreano, japonês, espanhol, russo e chinês. A pré-venda pública do token LUC começa no dia 25 de janeiro.

"Decidimos lançar as retransmissões dos torneios na versão existente da plataforma. Como uma grande atualização tecnológica está em andamento, pensamos que os jogadores e apoiadores do projeto da P2L adorariam a oportunidade de assistir às transmissões gravadas de eventos de sucesso como Dota2 The International. Estamos decididos a aumentar ainda mais a funcionalidade da plataforma. A próxima atualização está programada para o início do evento de vendas do token, no dia 12 de fevereiro. No futuro próximo, esperamos lançar a transmissão de usuários em nosso MVP, além de introduzir recursos adicionais", comentou Alexey Burdyko, CEO e fundador da Play2Live.

(Logo: https://mma.prnewswire.com/media/632229/Play2Live_Logo.jpg )

(Foto: https://mma.prnewswire.com/media/632228/Play2Live_streaming_platform.jpg )

Embora o setor de blockchain esteja lotado de projetos de jogos, a Play2Live alega que é diferente, criando uma economia única de plataforma de transmissão com base no modelo de compartilhamento de receita. A equipe do projeto acredita em oferecer aos transmissores e espectadores uma oportunidade de interagir melhor e monetizar seu conteúdo. Juntos, os transmissores poderão monetizar seu conteúdo de 11 maneiras, comparado com 4 ou 5 maneiras disponíveis nas plataformas de transmissão existentes. Eles podem ganhar dinheiro desde a primeira transmissão, independente do tamanho da base de seguidores, e realizar saques imediatamente. A plataforma oferece mecanismos de primeira linha para aumentar o número de seguidores por meio desses mecanismos, como um sistema de tarefas interativas durante uma transmissão, serviço de apostas, comunicação aprimorada no chat e outras atividades envolventes!

Enquanto isso, os espectadores podem monetizar seu conteúdo de 5 maneiras – comparado com nenhuma nos demais lugares do setor de transmissão de esportes eletrônicos em vídeo. Eles podem obter rendimentos ao assistir a anúncios (como padrão, a plataforma é livre de publicidade), realizar tarefas definidas pelos transmissores, votar em conteúdos e compartilhar sua largura de banda de internet por meio de CDN ponto a ponto. Os espectadores podem fazer apostas com agenciadores sem sair da P2L e podem adquirir jogos utilizando os tokens LUC recebidos por meio de várias atividades da plataforma. Além disso, a P2L conta com 15 fontes de receita – o triplo comparado com os líderes do setor de transmissão.

Em sua próxima parada, Alexey Burdyko visitará a Coreia, onde a cultura de esportes eletrônicos nasceu, e dará uma palestra sobre a visão e o futuro do projeto. Durante o encontro com investidores e com a comunidade de esportes eletrônicos, Alexey falará detalhadamente sobre a plataforma e, basicamente, sobre como a P2L lidará com as armadilhas do setor de transmissão. O encontro ocorrerá no dia 26 de janeiro em Seul, República da Coreia. Para obter mais informações, acesse a página do evento.

Fundada em 2017, a Play2Live tem o objetivo de combinar tecnologia de blockchain e serviços de transmissão. Sua missão é criar um ecossistema em que todos os participantes, inclusive o espectador, o transmissor e o organizador de torneios de esportes eletrônicos, façam parte de um sistema perfeito que facilite a interação entre os espectadores e a diversidade de esquemas de monetização. Basicamente, qualquer pessoa pode fazer parte da interação ponto a ponto, e todos – até mesmo o espectador – podem ganhar dinheiro.

A Play2Live utiliza um token chamado Level Up Coin (LUC), que atua como a única moeda interna do sistema. Ela pode ser convertida com facilidade em outras moedas criptografadas ou em papel-moeda por meio de uma porta/API.

A pré-venda pública para o token LUC começa no dia 25 de janeiro e vai até 5 de fevereiro. O evento de venda do token começa dia 12 de fevereiro e termina no dia 5 de março. Para obter mais informações, acesse o site ou siga-nos em várias fontes de mídia voltadas a moedas criptografadas.

Mais sobre a Play2Live:

Website: https://play2live.io

MVP da plataforma de transmissão: https://p2l.tv/

Plataforma de bookbuilding: https://my.play2live.io

Whitepaper: https://goo.gl/ocmSTn

Onepager: https://goo.gl/8yMY4t

Telegram: https://t.me/play2live

Twitter: https://twitter.com/play_2_live

Facebook: https://www.facebook.com/play2live.io/

Bitcointalk ANN: https://bitcointalk.org/index.php?topic=2450026

Grupo Kakao: https://open.kakao.com/o/gmdTRJF

Contato - Alexey Galizdra, diretor de mídia social e gestão de clientes, +79162570345, alexey.galizdra@p2l.tv

FONTE Play2Live

Voltar noticias em Português no Mundo