Supermicro apresenta primeira instalação de integração de racks automatizada com energia limpa de 3 megawatts no Vale do Silício

Supermicro apresenta primeira instalação de integração de racks automatizada com energia limpa de 3 megawatts no Vale do Silício

PR Newswire

SAN JOSE, Califórnia, 25 de janeiro de 2018

Forte demanda por soluções de escala de nuvem impulsiona a integração expandida de racks da Supermicro, acrescentando capacidade de 600 racks por mês, com nova instalação para burn-in de 60 racks, gerenciamento de escala de racks e ofertas de rede de alto desempenho

SAN JOSE, Califórnia, 25 de janeiro de 2018 /PRNewswire/ -- A Super Micro Computer, Inc. (NASDAQ: SMCI), líder mundial em soluções de computação, armazenamento e redes empresariais, bem como em tecnologia de computação verde, anunciou hoje que a empresa aumentou significativamente sua capacidade de integração de racks com a primeira instalação de burn-in de 60 racks automatizada, com energia limpa de célula de combustível, no Vale do Silício (Silicon Valley), com veículos guiados automaticamente (AGVs -- Automated Guided Vehicles) por robótica, para agilizar o processamento, entrega e implementação de investimentos em grande escala de centros de dados.

Nova instalação de burn-in de 60 racks com energia limpa de célula de combustível de 3 MW da Supermicro (PRNewsfoto/Super Micro Computer, Inc.)

Como uma das maiores instalações do mundo de integração de racks automatizada, com energia limpa, localizada na sede da Supermicro no Vale do Silício, a nova unidade de fabricação já está em plena operação e aumenta a capacidade de racks da Supermicro em 600 racks por mês. Perfeita para implementação em grande escala de centros de dados, a nova instalação avançada de integração, com energia limpa de célula de combustível de 3 megawatts, possibilita à empresa fazer o burn-in em 60 racks simultaneamente, em uma única localidade, com estoque, integração de servidor e integração de racks sob o mesmo teto.

A energia limpa, baseada em célula de combustível, minimiza a poluição, resultando em maior eficiência operacional, bem como em um ambiente de trabalho mais limpo e mais seguro. Essa instalação moderna gera, no local, sua própria eletricidade limpa, baseada em célula de combustível, o que reduz substancialmente a pegada de carbono, ao mesmo tempo que também reduz os custos com energia, projetados em $ 8 milhões no curso de 10 anos. Um Bloom Energy Server de 3 megawatts dá suporte à carga de energia da instalação e é configurado para manter operações críticas em caso de falta de energia da rede elétrica, para minimizar o impacto de interrupções no fornecimento público de energia. Em comparação com as fontes de energia tradicionais, a célula de combustível oferece maiores benefícios de sustentabilidade, de diversas formas: alta eficiência, reduções de emissões de gases de efeito estufa, minimização de poluentes do ar e uso reduzido de água.

"Como nossos negócios de centros de dados continuam a crescer, redimensionamos nossos investimentos para assegurar que a Supermicro tenha a capacidade e recursos de produção, para servir integralmente nossos clientes empresariais, de centros de dados e de nuvem, em nosso campus do Vale do Silício, com mais de 2 milhões de pés quadrados de instalações", disse o presidente e CEO da Supermicro, Charles Liang. "No ano passado, a Supermicro despachou 1,2 milhões de unidades globalmente e essa nova instalação moderna, com energia limpa, aumenta nossa capacidade em 600 racks por mês e implementa as últimas tecnologias de automação e robótica, para racionalizar o processo de integração de racks. Os clientes de centros de dados têm agora opções de escolha em uma ampla variedade de produtos inovadores, líderes do setor, de servidor, armazenamento e rede, para suas implementações em grande escala e a Supermicro pode entregá-los eficientemente".

Um componente de automação essencial para a nova instalação de integração de racks é a implementação da robótica. Usando AGVs para transportar racks da linha de montagem para a câmara de burn-in ajuda a melhorar a eficiência do processo, garante economias de custo e reduz possíveis preocupações com a segurança. Outro recurso fundamental do novo centro de integração de racks é a L11 Cluster Test Automation (automação de teste de cluster L11). Para mais informações sobre os racks da Supermicro, visite http://www.supermicro.com/products/rack/index.cfm.

O Rack Scale Design (RSD – projeto de escala de rack) da Supermicro é outra tecnologia que muitos clientes de centro de dados implementaram. Com base no Rack Scale Design (RSD) da Intel®, o RSD da Supermicro gerencia racks de servidores, armazenamento e redes desagregados, com APIs Redfish Restful modernas, padrão do setor, que se mantêm consistentes entre fornecedores diferentes e múltiplas gerações de servidores. A última versão, o RSD 2.1 da Supermicro, dá suporte a armazenamento NVMe desagregado de alto desempenho e alta densidade, para aperfeiçoar substancialmente a eficiência de centros de dados, aumentar a utilização e reduzir custos.

A maneira tradicional de aumentar a escala de recursos de centros de dados envolve, frequentemente, a adição de nós de servidores com coeficientes fixos de computação, rede e armazenamento. Devido aos diferentes ciclos de vida desses recursos, um upgrade no atacado de todo o conjunto de nós de servidores irá, com frequência, resultar em aposentadoria prematura de investimentos valiosos e em subutilização. É por isso que a solução de armazenamento NVMe desagregada e economizadora de recursos da Supermicro é tão importante para os clientes que querem construir centros de dados de grande escala mais eficientes e flexíveis. Para mais informações, por favor, assista o vídeo sobre economia de recursos do RSD 2.1 da Supermicro em https://www.youtube.com/watch?v=84AL3V4HuJ4. Informações sobre o RSD da Supermicro também estão disponíveis em http://www.supermicro.com/solutions/SRSD.cfm.

Para redes, os novos switches Ethernet top of rack (ToR) de 25G da Supermicro estão se tornando uma escolha popular. Mais custo-eficientes do que os atuais switches de 10G, os novos switches de 25G podem se adequar perfeitamente para fornecer rede de 10G. Além disso, eles podem fornecer muita largura de banda de uplink, com seis portas de uplink de 100G. Por favor, clique no link a seguir para mais informações sobre as soluções de rede da Supermicro: http://www.supermicro.com/products/nfo/networking.cfm.

Siga a Supermicro no Facebook e no Twitter para receber as últimas notícias e anúncios.

Sobre a Super Micro Computer, Inc. (NASDAQ: SMCI)
A Supermicro® (NASDAQ: SMCI), principal inovadora em tecnologia de servidores de alto desempenho e alta eficiência, é uma grande fornecedora de Building Block Solutions® de servidores avançados para centros de dados, computação em nuvem, TI empresarial, Hadoop/Big Data, HPC e sistemas embutidos, em todo o mundo. A Supermicro assumiu o compromisso de proteger o meio ambiente através de sua iniciativa "We Keep IT Green®", e fornece aos clientes as soluções mais eficientes energeticamente e amigáveis ao meio ambiente, disponíveis no mercado.

Supermicro, SuperServer, Server Building Block Solutions e We Keep IT Green são marcas comerciais e/ou marcas comerciais registradas da Super Micro Computer, Inc.

Todas as demais marcas, nomes e marcas comerciais pertencem a suas respectivas proprietárias.

SMCI-F

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/633306/Super_Micro_Computer_Inc_60_Rack_Burn_in_Facility.jpg

FONTE Super Micro Computer, Inc.

Voltar noticias em Português no Mundo